Informamos que devido a manutenção programada o acesso ao Portal do Aluno, Portal do Professor e Biblioteca ficará indisponível das 15:00 Hs do próximo Sábado (16/02) às 10:00 Hs de Domingo (17/02/19).

Programa de Iniciação Científica


Confira no final desta página, em “Cronograma”, a publicação do resultado do Processo Seletivo de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural da Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação – FAPCOM / Edital 20/2020 – 1º Semestre Letivo de 2021.


 

SÍNTESE DO EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA – FAPCOM 2021/1

 

1 – Para efetivação da inscrição: 

O pré-projeto de Iniciação Científica deve ser enviado para o e- mail: [email protected], em formato PDF.

Informações a serem preenchidas devem estar conforme o edital. 

2 – As linhas de pesquisa e seus grupos de estudos para o desenvolvimento das atividades de iniciação científica são:

 

Linha institucional I – Comunicação, Cultura, Sociedade e Educação

 

Diversidade nas Organizações

Prof. Dr. Rogério Tineu

Ementa: O projeto de pesquisa Diversidade nas Organizações destina-se investigar se e como as organizações praticam a diversidade, como as minorias são tratadas nessas organizações. Desenvolvendo e implantando políticas e ações institucionais que promovam um ambiente propicio à diversidade nos seus mais variados aspectos como: social, de classe, de gênero, de etnia, de cor ou “raça”, de portadores de deficiência, de origem, de estética etc.


 

Programa de Rádio “FILOSOFIA PARA TODOS”

Prof. Lucas Cangelli

Ementa: O programa de rádio “Filosofia para todos” surgiu como projeto da disciplina Práticas pedagógicas IV do curso de Licenciatura em Filosofia da FAPCOM, no qual foram produzidos programas piloto a partir de temas filosóficos, sobretudo com o objetivo de fazer com que a filosofia alcance as pessoas por meio do rádio. A abordagem de temas filosóficos como Política, Ética, Existência, Comunicação, Arte, por meio da linguagem radiofônica, faz com que questões relevantes e do interesse público sejam refletidas.


 

Arqueologias da imagem midiática

Prof. Dr. Fábio Ciquini

Ementa: O objetivo do projeto é analisar o modo como as imagens do ambiente midiático contemporâneo reverberam conteúdos míticos e arcaicos. Partindo de diagnósticos contemporâneos que afirmam a dependência da mediação da vida social pela imagem (Malena, 2010) e o modo como estas perfazem um imaginário próprio (Kamper, 2016) analisa-se a configuração da imagem no ambiente midiático contemporâneo, descrevendo-as em suas especificidades em relação ao ambiente da mídia onde ela de prolifera.


 

Narrativas, consumos e marcas: aproximações na contemporaneidade

Profa. Dra. Fernanda Elouise Budag

Ementa: De maneira extensivo, estamos interessados nos variados contornos que as relações comunicação/narrativas/consumo ganham nos dias atuais na cultura, na sociedade e no cotidiano. Consumo entendido sob uma perspectiva ampla, enquanto prática sociocultural e troca simbólica, não apenas material. Por isso, interessam-nos o estudo tanto as diversas narrativas produzidas para serem fruídas/consumidas quanto as narrativas discursadas a respeito do consumo, com viés crítico. Nesse sentido, abrangemos reflexões sobre discursos e narrativas de marca (branding e publicidade); estudos de recepção; análises de narrativas ficcionais (filmes e séries) e suas possíveis relações com construção de identidades e produção de representações e reconhecimento; e comportamentos emergentes do consumidor hoje. Esses são alguns dos desenhos possíveis, mas também não nos limitamos a eles. Soma-se ainda um diálogo da interface narrativas/consumos com a dimensão midiática e digital; visto que muitas dessas narrativas de que tratamos circulam e ganham visibilidade nesses espaços.


 

Discursos Midiáticos

Prof. Dr. Wagner Barge Belmonte

Profa. Me. Fernanda Iarossi

Ementa: Proposta para formação do grupo de pesquisa na Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (FAPCOM) denominado de Discursos Midiáticos. O objetivo é analisar as narrativas jornalísticas, nos seus mais variados formatos (impresso, audiovisual, online) à luz da Análise do Discurso, focada em autores como Laclau e Mouffe (2015), Prado (2013), Charaudeau (2006), Fiorin (2008), Maingueneau (2005, 2016), Sarfati (2010), a fim de radiografar pistas para compreender o contexto sócio-histórico-cultural contemporâneo a partir do jornalismo. O estudo do discurso midiático sob um enfoque em que serão examinados os sentidos provenientes da estruturação do texto e os discursos de representação, tanto aqueles que circulam no lugar de produção quanto os que caracterizam o lugar das condições de recepção (CHARAUDEAU, 2010, p .28), contribui para discutir de maneira crítica a prática jornalística como um espaço social, de relevância no registro histórico da imprensa e da sociedade como um todo. Para uma reflexão sobre a imprensa em geral, a base será Fausto (2010), Sousa Santos (2015), Chomsky (2009) e Arbex Jr. (2005).


 

Comunicação, Cultura e Identidade: Questões de Etnia, Raça e Gênero em processos comunicativos na contemporaneidade

Prof. Dr. João Elias Nery

Prof. Me. Renato Candido Lima

Ementa: O Grupo de Estudo “Comunicação, Cultura e Identidade: Questões de Etnia, Raça e Gênero em processos comunicativos na contemporaneidade” busca construir um campo de pesquisa que dialogue com as áreas das Relações Públicas, Jornalismo, RTVI e Produção Audiovisual, tendo comunicação, cultura e identidade como referenciais gerais, as questões de etnia, raça e gênero como parte de suas preocupações. Narrativas e memórias inseridas em mensagens desenvolvidas nas áreas citadas compõem o corpus da pesquisa a partir do qual docentes e discentes direcionarão seu trabalho buscando compreender o lugar de fala desses segmentos sociais.

 

Linha institucional II – Comunicação, Tecnologias, Ambiente Digital e Mídias

 

Comunicação de causas em organizações sociais e em contextos comunitários

Prof. Me. Fábio Alessandro Munhoz

Ementa: A presente proposta de grupo é uma atualização das reflexões sobre a comunicação de causas enquanto dimensão estratégica não ficando restrito somente à área das Relações Públicas, mas para alunos que desejam pesquisar sobre a comunicação em contextos comunitários e de organizações sociais, especialmente em um cenário onde as tecnologias digitais explicitam novas dinâmicas de articulação e mobilização. O grupo propõe a produção de projetos experimentais de comunicação e causas a fim de buscar um espaço de reflexão e construção de conhecimento sobre comunicação em contextos comunitários.


 

Infotenimento, kitsch e endereçamento: diálogo informal, humor velado e hibridismo genérico em programas telejornalísticos e talkshows brasileiros

Prof. Me. Bruno César dos Santos

Ementa: O Grupo de pesquisa tem o interesse em descrever as estratégias de conversação e construção de sentidos em telejornalísticos e talkshows brasileiros, exibidos em emissoras abertas e fechadas de televisão, bem como canais de pessoas ou grupos em plataformas de vídeos e conteúdos audiovisuais. Para tal, serão observados programas e materiais que apresentem dialogo informal, humor velado e coloquialismo em sua estrutura funcional. Neste sentido, o pano de fundo reside numa nova proposta de produção audiovisual, que mescla características de diferentes gêneros discursivos e televisivos, como o telejornalismo e o humor. Desta forma, a proposta de pesquisa docente reside na coleta e seleção de episódios dos seguintes programas, exibidos durante 2016 e 2017: The Noite (SBT), Bolívia Talk Show (Youtube), Programa do Porchat (Record), Arte do Encontro (Canal Brasil), Heavy Lero (Youtube), Lady Night (Multishow) e Conversa com Bial (Globo), Café Filosófico (CPFL/TV Cultura) entre outros. Por sua vez, os projetos de pesquisa discente estarão inseridos no espectro de pesquisa citados ou em áreas correlatas, como Telejornalismo, Youtube (Conteúdo e Talking Show), Produção de dados em Infotenimento.


 

Revista Foto-Estesia

Profa. Me. Patrícia Beatriz Souza Campinas Pena

Profa. Michela Brígida Rodrigues

Ementa: O projeto visa a concepção e estudo das técnicas e linguagens visuais como o vídeo, fotografia e ilustrações como conteúdos para uma revista de arte multimídia (a priori digital e a posteriore impressa). Diante de um contexto cultural em que predominam influências e estudos sobre artistas de outros países, a Revista Foto-Estesia será de grande relevância ao apresentar práticas e reflexões sobre a produção fotográfica e videográfica brasileira e latino-americana. Ao problematizar as poéticas artísticas oriundas do campo da fotografia, do vídeo e das linguagens híbridas, assim como sua exposição em revistas voltadas ao segmento artístico, pretende-se desenvolver novos constructos processuais e conceituais. Com esta base solidificada, almeja-se abarcar o processo de produção de uma revista, desde de seu início (pauta, estrutura, segmentação das sessões, projeto gráfico, etc.) até sua finalização (apresentação por intermédio do site ISSUU e posterior impressão). Em uma segunda etapa, o projeto definirá engajamento do público e exposição dos conteúdos com um ecossistema online – o que inclui publicações semanais em redes sociais e plataformas digitais.


 

Mídia, linguagem e sociabilidade na era da comunicação digital

Profa. Me. Marcella Schneider Faria Santos

Ementa: A mídia foi reconhecida como agente social desde seu incremento a partir da segunda metade do século XX, seja a partir da perspectiva da Escola Crítica, dos Estudos Culturais ou pela Teoria dos meios. Tal situação social midiático tecnológica ganha novos contornos a partir da emergência das tecnologias digitais de comunicação, que suportam um novo ambiente que permite conexões sociais em múltiplos espaços e tempos. Partindo deste contexto, este grupo de estudos tem como objetivo pesquisar a qualidade das relações e ações sociais experenciadas nesse ambiente de conexão constante. A partir da revisão de literatura de textos clássicos que compõem o campo da sociologia da comunicação (Breton & Proulx, 2013; Maigret, 2010; entre outros), das teorias da comunicação (Adorno e Horkheimer, 2006; McLuhan, 2004; Baudrillard, 1973; Debord, 2017; Perniola, 2005; Mafesolli, 2002); e da semiótica (Peirce, 2017; Santaella & Nörth, 2017), serão constituídos fundamentos teóricos para que novas elaborações possam ser compreendidas no campo das mídias e comunicação digitais, da ecologia (Di Felice, 2017; Santaella, 2010) da comunicação e do net-ativismo (Di Felice, 2017).


 

Histórias do Rádio e da TV: Em prol da construção do museu da fala do radialismo paulistas

Profa. Me. Arlete Taboada

Prof. Me. Bruno César dos Santos

Prof. Dr. Elinaldo Meira

Prof. Me. Fernando Mariano

Prof. Me. Wellington Dias de Melo

Ementa: Desenvolvimento de pesquisa com vistas ao registro de memórias do radialismo paulista, a partir de depoimentos de seus realizadores (locutores, produtores, diretores, atores, roteiristas, redatores, técnicos de som dentre outros profissionais). Terá como ponto de partida as atividades profissionais exercidas na cidade de São Paulo nos veículos de comunicação Rádio e TV, com possível extensão da pesquisa ao estado de São Paulo a partir de parcerias ou redes de colaboração a outros grupos de pesquisa. A primeira fase do projeto se deterá em profissionais do Rádio. Visa este grupo de estudos, ao final, da primeira etapa registrar os resultados em quatro produtos midiáticos: livro impresso, e-book, documentários em áudio e em audiovisual.

 

Linha institucional III – Comunicação, Filosofia, Ética e Religião

 

Filosofia da tecnologia, ambiente e Sociedade

Prof. Dr. Carlos Eduardo Souza Aguiar

Ementa: A relação entre tecnologia, ambiente e sociedade desponta como um dos grandes desafios éticos do século XXI. Nesse sentido, o objetivo do grupo de estudos e pesquisa é refletir acerca da tecnologia e dos seus temas filosóficos próprios a fim de compreender aspectos fundamentais do mundo contemporâneo.


 

Metafísica contemporânea e tradição filosófica

Prof. Dr. Pedro Monticelli

Ementa: Trata-se de pesquisar aspectos das fontes histórico-sistemáticas antigas e medievais da filosofia contemporânea de Edmund Husserl, Martin Heidegger e Ludwig Wittgenstein. Dessas diversas fontes, destacam-se Aristóteles, Agostinho e Tomás de Aquino. As discussões centrais são sobre Metafísica, Lógica, Teoria do Conhecimento e Filosofia da Linguagem. Recorta-se, em cada semestre, um determinado tema para as reuniões conjuntas do grupo.


 

Filosofia do Presente: discurso, poder, corpo, mídia e sexualidade

Prof. Dr. Luiz de Camargo Pires Neto

Ementa: Partindo das concepções, engendradas pelo filósofo francês Michel Foucault (1926 – 1984), de “filosofia como diagnóstico do presente” (FOUCAULT, “Qui êtes-vous, professeur Foucault?”, In. DE1, p. 634) e de “filosofia como jornalismo radical” (FOUCAULT, “Le monde est un grand asile”, In. DE2, p. 434), este grupo de estudos pretende refletir questões existentes em nossa contemporaneidade à luz do pensamento desenvolvido no decorrer da história da filosofia. Descrever a atualidade, refletir sobre ela e desconfiar do que parece ser evidente são os principais objetivos aqui propostos. Os textos filosóficos são considerados – assim como propõe Foucault – “pequenas caixas de ferramentas” (FOUCAULT, “Gerir os ilegalismos”, p. 52) das quais podemos nos servir para “produzir um curto-circuito” no âmbito do pensamento. As temáticas abordadas surgem da curiosidade, do incômodo e do desejo dos pesquisadores. Discurso, poder, mídia, corpo e sexualidade, são conceitos que, de certa forma, balizam o campo a ser investigado.


 

O homem no universo comunicacional: a alma e as visões de mundo

Prof. Dr. Giovanni Vella

Ementa: Raízes gregas e atualidade das metáforas originarias de corpo e alma: “Onde estamos quando pensamos? ” Justiça, beleza e prazer: valores e princípios da existência em tempos de redes sociais. Arte e estética no universo digital: as raízes antropológicas das emoções.  Jornalismo, publicidade e relações públicas: ética e visões de mundo. Da amizade virtual à comunidade política: rumo um novo humanismo? Psicologia e religião:  pensar a transcendência a partir do humano.


 

Filosofia e outros saberes na cultura popular: a poesia, a música e a literatura como meios de disseminação de conhecimento

Prof. Dr. Carlos Jacinto Motta

Ementa: O grupo de pesquisa “Filosofia e outros saberes na cultura popular: a poesia, a música e a literatura como meios de disseminação de conhecimento” tem por objetivo pesquisar em variadas fontes literárias (sem excluir outras de caráter artístico-cultural) a presença de elementos filosóficos, esparsos ou diretos, diluídos nos enredos, personagens, acontecimentos, ambientes etc. Partindo da ideia de que toda produção cultural traz em si alguma cosmovisão (visão de mundo), antropologia, ética, teoria do conhecimento, pretende-se elucidar nas obras ou autores escolhidos individualmente pelos pesquisadores que modos de filosofar são utilizados pelos autores.


 

Cronograma

  • Inscrições

    Até 14 de fevereiro de 2021 (encerradas)

  • Resultados: clique aqui.

    Confira no link acima o resultado do Processo Seletivo do 1º sem. de 2021.

  • Início das orientações

    1º de março de 2021

Confira o Edital

Edital nº 20/2020 – Do Processo Seletivo de Iniciação Científica, Tecnológica, Experimental, Artística e Cultural para funcionamento no primeiro semestre de 2021.

Adendo nº 01/2021 referente ao Edital nº 20/2020 – do Processo Seletivo para início no 1º semestre de 2021.

Prof. Dr. Carlos Eduardo Souza Aguiar
[email protected]