No esconderijo do verso: análise do discurso religioso do padre Fábio de Melo

30 de janeiro de 2018

A presente monografia é sobre o discurso do padre Fábio de Melo à luz da teoria romântica, que abrange um importante cenário histórico no âmbito da religião católica no século XX, sobretudo a partir do Concílio Vaticano II, quando surgiram, em meados da década de 1960, os movimentos de renovação religiosa na América Latina, especialmente a Renovação Carismática Católica, em cuja corrente figura Fábio de Melo, no centro do contexto ideológico, pastoral e comunicacional. As discussões presentes nesta pesquisa mostram como as teorias românticas influenciaram a sensibilidade religiosa do carismatismo cristão na figura do padre Fábio de Melo. Busca-se mostrar como temas do Romantismo – como o sentimento, o panteísmo, sofrimento amoroso – aparecem implicitamente e analogamente no ethos discursivo e ideológico do padre, e como o estilo romântico de exteriorizar o conhecimento da realidade une-se ao discurso de Fábio de Melo. O estudo sustenta o argumento de que o Romantismo nascente no século XX se mostra contrário aos valores da modernidade e, justamente nessa perspectiva, Fábio de Melo constrói um modus operandi próprio para criticar a modernidade tardia, por meio do discurso religioso. E, principalmente, a forma como ele se comunica dialogando abertamente com a comunidade, tentando, por meio de uma proposta altruísta, proporcionar uma nova leitura religiosa do catolicismo.

Twitter
Instagram
Facebook