FAPCOM PROMOVE PALESTRA SOBRE JORNALISMO CULTURAL

17 de setembro de 2013

“PERSPECTIVAS DO JORNALISMO CULTURAL”, com Rinaldo Gama*

Qual o lugar do jornalismo cultural na fase em que a Imprensa se encontra atualmente, isto é, de transição das versões em papel para as plataformas digitais?

Se as leis da comunicação são as leis da cultura, como escreveu Umberto Eco (cf. Apocalípticos e Integrados, 1964), não é difícil compreender que refletir sobre a passagem do jornalismo impresso para o digital significa analisar os impactos que essa mudança traz para o próprio cenário cultural.

Após analisar o jornalismo cultural praticado hoje no país, esta palestra irá se debruçar sobre os desafios que se impõem a esse ramo da atividade, que se vê emparedado diante das transformações até mesmo de sua “matéria-prima”.

Data: 24 de setembro, terça-feira, às 19h30

Local: Auditório FAPCOM

Entrada franca.

 

*Rinaldo Gama é jornalista, doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Atualmente, trabalha na preparação da edição especial de aniversário da revista Veja (45 anos), onde já atuou como responsável pela seção “Livros”. Foi editor dos cadernos Aliás e Cultura, do jornal O Estado de S. Paulo, onde criou e editou também o suplemento Sabático – Um Tempo para a Leitura, que circulou entre março de 2010 e abril de 2013. Trabalhou ainda na Folha de S.Paulo e na rádio Cultura, entre outros veículos. Criou o curso de pós-graduação lato sensu em Jornalismo Cultural da Faap e foi chefe do Departamento de Comunicação Jornalística da Faculdade de Comunicação e Filosofia da PUC-SP. Escreveu, entre outros livros, O Guardador de Signos: Caeiro em Pessoa (Editora Perspectiva/IMS, Coleção Debates, 1995).

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook