Ativismos do Sertão. As vozes ecoantes das rádios comunitárias piauienses nas discussões e evoluções do desenvolvimento sustentável

Autores

  • Orlando Maurício de Carvalho Berti

Resumo

Estuda-se como as rádios comunitárias do Sertão do estado do Piauí, Nordeste do Brasil, vivenciam, praticam e desafiam as questões de discussões e evoluções sobre o desenvolvimento sustentável. Mostram-se, por meio de um estudo de casos múltiplos, levando-se em conta todo o universo dessas emissoras de rádio comunitária em território sertanejo piauiense,  questões e reflexões sobre os ativismos midiáticos e suas potencialidades. É feito um balizamento teórico sobre ativismo midiático, rádio comunitária e cidadania contemporânea levando-se em conta a gama das dezenas de emissoras comunitárias dessa parte do País. Um dos pontos-chave sobre o desenvolvimento sustentável está nos próprios desafios contemporâneos das comunidades (e também sociedades) em que as emissoras estão inseridas para ecoar o local para as comunidades e, ainda, fora delas, retroalimentando os processos comunicacionais cidadãos e os ativos. Nota-se que os ecos devem ser debatidos e vividos para serem aumentados, instigando um maior comunitarismo e cidadania entre os membros das comunidades e seus entes fora delas. 

Publicado

30/06/2020

Como Citar

de Carvalho Berti, O. M. . (2020). Ativismos do Sertão. As vozes ecoantes das rádios comunitárias piauienses nas discussões e evoluções do desenvolvimento sustentável. PAULUS: Revista De Comunicação Da FAPCOM, 4(7). Recuperado de https://www.fapcom.edu.br/revista/index.php/revista-paulus/article/view/374