O Net-ativismo e as dimensões ecológicas da ação nas redes digitais

Autores

  • Massimo Di Felice

Resumo

Nas últimas décadas, com o desenvolvimento de tecnologias digitais móveis, formas de conexão wi-fi, internet das coisas e sistemas informativos geográficos, assistimos no mundo inteiro a novas formas de participação e de interação que se estenderam para além dos dispositivos, dos dados, também dos objetos e das biodiversidades, expressando uma nova culturaecológica. Nesta última, a ideia de social abre-se a uma perspectiva hipercomplexa (E. Morin) que descreve as extensões de agregações pós--urbanas, as quais expandem o social para além das fronteiras da sociedade, assim como interpretada pelo pensamento das ciências sociais modernas.  O movimento ecológico global dos adolescentes inspirados em Greta Thunberg, as revoltas no Chile, na Coreia, o movimento dos coletes amarelos na Franca, assim como a difusão de registros públicos validados colaborativamente, os Blockchain, são a expressão de uma nova ecologia da ação que conecta entidades diversas, dados, pessoas e dispositivos conectados. 

Publicado

30/06/2020

Como Citar

Di Felice, M. . (2020). O Net-ativismo e as dimensões ecológicas da ação nas redes digitais. PAULUS: Revista De Comunicação Da FAPCOM, 4(7). Recuperado de https://www.fapcom.edu.br/revista/index.php/revista-paulus/article/view/372