Filocine VIII

22 de outubro de 2015

old-boy-6_topo_site

O projeto* consiste num espaço de reflexão e diálogo sobre questões filosóficas por meio de temáticas apresentadas no cinema, aproximando a linguagem cinematográfica dos temas de interesse da Filosofia, a saber: Conhecimento; Ser; Existência; Morte; Ciência, entre outros que possibilitem a reflexão do contemporâneo e suas inflexões na cultura.


Programação 2017 – 1º semestre

Filocine VIII
08/04 – 9h

 

Filme: Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, Direção Daniel Ribeiro, Brasil, 2014.

Convidado: Ghilherme Lobo
Protagonista do filme Hoje Eu quero voltar sozinho (2014). Ator, com trabalhos no teatro, TV, Cinema e musicais. Participou da telenovela Sete Vidas e das Séries Segredo de Justiça, Ligações Perigosas e Felizes Para Sempre? (TV Globo). Ganhador dos Prêmios Quem de Cinema e APCA (Melhor ator).

Debatedor: Prof. Ms. Luiz Pires

Temas: Amizade; Afeto; Sexualidade; Identidade.

Sinopse: “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” é um filme brasileiro produzido e roteirizado por Daniel Ribeiro. Conta com a produção de Lacuna Filmes e com a distribuição no Brasil pela Vitrine Filmes e distribuição internacional pela Films Boutique. O filme é retrata a vida de Leonardo que muda completamente quando um novo aluno entra no colégio. O adolescente precisa lidar com o ciúme da amiga e também com os inesperados sentimentos que o recém-chegado desperta nele.

Inscreva-se


Filocine IX

26/05 – 16h

 

Filme: Relatos Selvagens (Direção Damián Szifron, Argentina e Espanha, 2014)

Convidado: Profa. Dra. Lilian Crepaldi Ayala

Debatedor: Prof. Ms. Tiago Casado

Temas: Potencialização da crise moral e econômica; Violência Stricto e Violência Simbólica; Natureza humana e o controle social.

Sinopse: Relatos Selvagens (Relatos Salvajes) é um filme argentino de 2014, dirigido por Damián Szifron e protagonizado por Rita Cortese, Ricardo Darín, Nancy Dupláa e Dario Grandinetti. Diante de uma realidade crua e imprevisível, os personagens deste filme caminham sobre a linha tênue que separa a civilização da barbárie. Uma traição amorosa, o retorno do passado, uma tragédia ou mesmo a violência de um pequeno detalhe cotidiano são capazes de empurrar estes personagens para um lugar fora de controle

Inscreva-se


*Exibição do filme para fins exclusivamente acadêmicos.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook