Você sabe o que é Obsolescência Programada?

20 de novembro de 2014

tEREUy1vSfuSu8LzTop3_IMG_2538[1] - Copia

Um assunto que sempre volta à tona no final do ano é a tal “Obsolescência Programada”, por conta dos inúmeros lançamentos de aparelhos eletrônicos que ocorrem nessa época. Mas você sabe o que é isso? O Blog da FAPCOM explicará com detalhes esse fenômeno mercadológico.

Obsolescência Programada é um termo técnico para um produto ou serviço que é introduzido no mercado com um ciclo de vida já planejado. Isso costuma acontecer quando a empresa já possui o conhecimento necessário para desenvolver um produto muito além do que foi lançado, mas enfrenta alguns problemas que demorarão um certo tempo até serem resolvidos.

Um caso clássico é o do iPad, da Apple. Quando foi lançado, a empresa de Steve Jobs já sabia como desenvolver um aparelho muito mais avançado. Porém, como o público não estava familiarizado com tablets, a Apple decidiu introduzir uma versão mais simples no mercado, criar a demanda para um produto melhor e só depois lançar sua versão mais completa. Isso reduz o ciclo de vida do produto, fazendo com que ele tenha data programada para morrer, uma vez que um substituto disponível já está nos planos da empresa.

Tal estratégia ajuda no amadurecimento do mercado, ao informar as pessoas sobre as vantagens do seu produto, além de alavancar as vendas ao lançar a nova versão. Porém, essa mecânica acaba se tornando um problema a longo prazo, pois limita a inovação de uma empresa, ou até mesmo de uma indústria, ao lançar sempre o mesmo produto com algum benefício adicional pequeno em relação ao modelo anterior. Esse é um problema que a própria Apple parece viver atualmente, após inúmeros problemas com o iPhone 6 e 6 Plus.

Em 2010, foi feito um documentário espanhol chamado “Comprar, Tirar, Comprar” sobre esse assunto, usando como principal exemplo o mercado de lâmpadas. Você pode conferi-lo, com legendas em português, aqui.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook