Trabalhar ou ser professor?

9 de setembro de 2014

 

9 - Copia

Talvez você já tenha ouvido falar “Fulano trabalha ou é só professor?”. Mas, ao contrário do que muitos pensam ser professor é uma profissão que exige muito conhecimento e experiência em um determinado assunto, além da capacidade de transmitir o que sabe para os outros – e nunca existiram tantas ferramentas para ajudar um professor dar aulas eficientes como hoje. Porém, acima de tudo, um professor precisa ter a dinâmica de como lidar com a maturidade de seus alunos e adequar seu tom para cada um. Algumas dicas para o profissional da área acadêmica são:

1 – MANTER-SE ATUALIZADO: Uma das partes mais desafiadoras em ser professor está na constante necessidade de atualização. Docentes que já estão formados precisam buscar além da graduação, como pós, mestrado, doutorado, etc. Também são muito importantes os cursos de reciclagem, pois, diariamente, surgem novas tecnologias, estudos e assuntos que podem ser utilizados em sala de aula.

2 – SABER UM POUCO DE TUDO: Mesmo atuando em uma área ou disciplina determinada, professores precisam ter o mínimo de conhecimento de praticamente todos os conteúdos, por conta da interdisciplinaridade das matérias, em que um assunto acaba necessitando de conhecimentos de outro.

3 – SABER MAIS DE UM IDIOMA: Vale acrescentar que é importante o domínio de mais de uma língua, além do português, principalmente o inglês, em especial docentes que atuam no ensino superior, como faculdades e universidades, tenham esse conhecimento, pois grande parte das publicações são produzidas no exterior e em inglês.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook