Menos é mais!

14 de abril de 2015

Por Juliana Oliveira


Qualquer um que tenha contato com a criação ou desenvolvimento de publicidade, já ouviu que “menos é sempre mais”. Isso é bem visível em algumas campanhas, que por sua vez, devem transmitir de forma efetiva o que o consumidor necessita ouvir e ver naquele momento. Uma das coisas que deve existir é a simplicidade. A extravagância na publicidade deve ser em forma de texto e imagem criativa para chamar a atenção, dando visibilidade à marca. Todavia, é importante ter cuidado, pois campanhas “poluídas” podem dificultar a compreensão do público, além de prejudicar em algum aspecto a marca.

 Leonardo Da Vinci disse uma vez que “A simplicidade é a máxima sofisticação” e não vamos discordar dele, certo? Certo. Já Ludwig Mies van der Rohe adaptou esse lema, dizendo que “Menos é mais”. Essas expressões são tão reais e verdadeiras que, mesmo depois de muitos anos, a ideia continua sendo amplamente utilizada em conceito de designer, publicidade e, também, ilustrações.

 Pode até parecer contraditório, mas coisas simples exigem uma atenção maior do cérebro, justamente por serem pequenos detalhes que devem ser analisados. Bem diferente das criações que contenham muitos elementos, pois podem transmitir mais do que espera, até de forma negativa.

 Pensando em todos esses aspectos, há quem prefira utilizar o minimalismo para fazer suas propagandas, pois criam um grande contexto, utilizando símbolos ou detalhes.

Confiram algumas dessas propagandas:

menos é mais (2) menos é mais (3) menos é mais (4) menos é mais (5) menos é mais menos é mais (6)

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook