JEDI’S burguer&grill

8 de julho de 2015

Por Lucas Fernandes e Alberto Nascimento


11402721_113518468982600_1755543453287828661_n (1)

De todas as sagas cinematográficas conhecidas, poucas tem um impacto que extrapola o limite do imaginário como Star Wars. Em mídia, a série existe além das suas duas trilogias: quadrinhos, livros, jogos e enciclopédias compõe um universo expandido intrincado. A história de uma galáxia distante nos foi contada há trinta anos, e o universo regido pela Força tem até um feriado próprio – 4 de maio, and may the 4th be with you.  Milhares de pessoas ao redor do mundo dizem ter a fé Jedi como sua religião, e “Darth Vader” lançou uma candidatura para presidente da Ucrânia. Com esse fervor, muitos aguardam ansiosamente a chegada do sétimo filme – O Despertar da Força –, que estreia em dezembro deste ano.

No Brasil, os fãs foram responsáveis pela criação de espaços de diálogo e troca de experiências a respeito do universo Jedi. O Conselho Jedi de São Paulo foi fundado em 1º de maio de 1999, e a iniciativa logo se estendeu para o Rio de Janeiro e Minas Gerais. A união dessas filiais deu vida, no mesmo ano, ao JEDICON. O evento é realizado na FAPCOM desde de 2006 e conta  com a exposição de produtos, concurso de cosplays, debates, apresentações musicais e outras atrações.

2896053287-conheca-jedis-burger-e-grill-em-sao-paulo-225812676

Apesar do grande número de produtos licenciados, os fãs ainda demandam mais para manter a chama de Star Wars acesa. Pensando nisso, no dia 6 de Junho, foi inaugurado o Jedi’s Burguer&Grill, um restaurante temático de Star Wars, localizado na zona sul de São Paulo. Perguntamos ao Fred Sekkel, redator da DM9DD, sobre sua visita ao Jedi’s:

Antes de tudo, preciso dizer que sou fã de carteirinha da saga criada por George Lucas e sua trupe, desde o dia em que meu pai me levou ao cinema para assistir ao Retorno de Jedi, último filme da trilogia original. Então, é claro que eu sou um pouco suspeito para falar e também é óbvio que minha expectativa com tudo que se refere à marca Star Wars é bastante alta.

A Força: primeiro, a ideia de fazer um restaurante temático da maior franquia cinematográfica do mundo é muito boa. O “cenário” do restaurante ficou bem-feito. E, nos fins de semana, quando há personagens caracterizados passeando pelo local, o ambiente fica ainda mais divertido.

O lado negro: infelizmente, os donos do Jedi’s não usaram copyrights, ou seja, não estão pagando direitos autorais para usar a marca Star Wars devidamente.

O que fez tudo ficar meio mambembe. A grande decepção foi o cardápio. Imagens manjadas de internet, falta de criatividade nos textos e, principalmente, o exagero de itens. Parece aquele cardápio dos restaurantes de beira de estrada que têm do hamburguer à massa, passando pelo beirute e até banana split. Pedi o lanche carro-chefe da casa, o tal do Darth Vader. Honesto, preço justo e o pão preto deu um toque interessante, sem interferir no sabor. Mas mesmo nesse sanduba faltou imaginação, e o pior: eles estão correndo sério risco de tomar outro processo (além da Disney, detentora dos direitos de Star Wars). Preste atenção na receita do sanduíche: dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, cebola e picles, num pão preto. Parafraseando o mestre Yoda, acho que problemas eles vão ter.

Dito isto, resta-nos visitar o Jedi’s.

20150612211117 (1) (1)

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook