A internet a serviço das pessoas

13 de novembro de 2014

social_21 - Blog

No dia 24/07/2014, foi expedida uma liminar pela 21ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal, que desobrigava operadoras de TV paga, telefonia e Internet de cumprir diversas determinações que favoreciam o consumidor. A liminar foi rapidamente suspensa duas semanas depois.

São para casos como esse que pessoas e até o Governo estão criando serviços online – para ajudar a fiscalizar e reclamar de organizações públicas e privadas. Um novo portal criado foi o Portal Consumidor.Gov.br. Lá, você pode fazer qualquer reclamação, sobre produtos e serviços, de uma forma rápida, simples e fácil. Até agora foram mais de 23 mil reclamações, em menos de um ano de existência do serviço. No índice “satisfação com a resposta”, apenas uma empresa de telecomunicações consegue notas superiores a 4, numa escala que vai de 1 a 5. A espera por uma resposta chega a oito dias. Para mais detalhes, clique aqui.

Além das iniciativas do governo, existem outros serviços online que surgem em momentos de crise. Dois deles, o “Choveu na Cantareira?” e o “De onde vem a água?”, foram criados por conta da escassez de água dos reservatórios no estado de São Paulo. O primeiro destaca apenas uma palavra ao entrar no site: “Sim” ou “Não” para informar se choveu no sistema Cantareira. Além disso, o site oferece mais detalhes sobre a situação na região. Já o segundo pergunta seu CEP assim que você o abre e, ao respondê-lo, as informações sobre o sistema aparecem na tela, além do risco de “ameaça do nível da água”.

Conhece mais algum site de apoio às pessoas? Compartilhe nos comentários abaixo!

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook