Hand Talk, o app de acessibilidade que está ajudando os surdos brasileiros

1 de setembro de 2015

Por Flavia Martinez


Ganhador do título de “melhor aplicativo de inclusão social” do mundo, Hand Talk converte conteúdo de texto e voz em tempo real para a linguagem de sinais para surdos e mudos.

hand talk 1

Hugo é o avatar intérprete feito de animação 3D, com as mãos grandes e rosto muito expressivo.

Essa história começou em Maceió (AL), quando Ronaldo Tenório fazia faculdade de publicidade e desenvolveu o produto para um trabalho acadêmico. Depois de formado e trabalhando em uma agência, Carlos Wanderlan queria colocar em prática o curso que tinha feito de desenvolvimento de aplicativos, propondo um teste para o desenvolvimento do trabalho universitário de Ronaldo. Percebendo uma viabilidade do projeto, tornaram-se sócios e convidaram Thadeu Luz, especialista em animação.

O investidor João Kepler organizou o primeiro Demo Day (dia de apresentação de startups em busca de investimento), os três se inscreveram e apresentaram a ideia do aplicativo, que para a surpresa deles ganharam um investimento de 170 mil reais.

hand talk 2

Em 2013, o app participou do WSA Mobile 2013, promovido pela ONU. Competindo com empresas do mundo inteiro, o Hand Talk foi vencedor na categoria “Inclusão Social” e pode ser baixado do smartphone, sendo usado em vários totens de eventos e em plug-ins para sites.

Conheça um pouco desse aplicativo e dessa história no vídeo:

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook