FOTOGRAFIA: Devo fazer curso ou faculdade?

6 de agosto de 2015

Por Juliana Oliveira


Como grande entusiasta da fotografia, sempre quis saber mais, como aquela luz se encaixou perfeitamente, a composição de cores e detalhes das fotos. Mas, mesmo não trabalhando na área ou possuindo conhecimento técnico, tenho algumas dúvidas sobre o mercado de trabalho e como eu aprenderia determinadas coisas fazendo faculdade, curso ou se tentaria por conta própria (que é o caso no momento). Pois é, essas dúvidas são cruciais na hora de decidir qual profissão seguir. Resolvi tentar capturar alguns tópicos para contribuir nessa difícil tarefa.

Com relação à fotografia, é uma questão de ponto de vista (creio eu). Os principais desafios são: onde posso trabalhar, como vou aprender fotografia sem ter dinheiro, vale a pena fazer curso livre ou graduação? É muita coisa! Obviamente, não tenho todas as respostas para esses desafios, mas vamos tentar resolver isso juntos.

Momentos-importantes-registrados-com-altíssima-qualidade-620x300

– Dinheiro: Primeiramente, como irei aprender fotografia sem o “cash”? Bom, isso é um problema em qualquer lugar, visto que, faculdades e cursos possuem um determinado valor. Mesmo assim, câmeras semiprofissionais estão em torno de R$1.500 para começar (e não é nada mal!). Alguns cursos e faculdades (como aqui na FAPCOM) disponibilizam o material para que o aluno consiga desenvolver os trabalhos. Mas, ouvi dizer que a melhor coisa sobre a câmera é ler o manual, pois a maioria das coisas que podem ser ensinadas, estão por lá.

– Onde aprender? Além dos cursos, um grande aliado é a internet. Tenha em mente que muitos sites e vídeos podem sim esclarecer algumas dúvidas e ajudar em fatores que talvez você não conheça ou tenha esquecido. Assim como a internet, é fundamental basear-se em livros (e existem livros ótimos de fotografia por aí!), quem realmente gosta irá se perder no universo fotográfico por meio deles. Compre livros usados e até ultrapassados, pois o básico que você precisa aprender sobre fotografia não muda.

– Já me decidi! E agora? Parece clichê, mas RUN, FORREST, RUN! Não adianta ficar esperando uma oportunidade aparecer do nada, certo? Sei como está complicado, mas procure estúdios de fotografia que estão à procura de estagiários e novos empregados, ou lugares que possuem relação direta com a fotografia, mesmo que seja para o trabalho mais simples, pois com determinação e demonstração de que você realmente curte, quem sabe não surge uma efetivação?

renta_de_estudio_fotografico_y_video_99193576779198025 (1)

– Os cursos valem a pena? Isso não posso dizer com precisão, mas algumas pessoas que conheço optaram por fazer curso. Não sei qual é o melhor ou pior, mas posso dar algumas sugestões para que você consiga decidir por conta própria: uma dica é estar presente nas redes sociais de instituições que oferecem o curso. Além disso, o curso pode ter duração menor do que uma graduação normal e há vários tipos de especializações na área da fotografia. Também estar atento em encontros e passeios fotográficos da sua cidade, onde terão pessoas que partilham do mesmo gosto e poderão te ajudar.

– E faculdade? Compensa? Faculdade em si serve para te dar um embasamento teórico e prático que talvez você não consiga sozinho. Além de trabalhar com professores e profissionais especializados na área, você pode conseguir bons contatos com eles (a famosa indicação). Outro fator favorável é que você terá um diploma comprovando suas especializações. Não que seja o primordial, mas nos dias atuais, tornou-se necessário. Para quem não sabe, vale lembrar que a fotografia não é uma profissão regulamentada. Em alguns casos, ela é auto-regulamentada, com associações independentes, ou seja, você pode ser sim um profissional sem o diploma.

ghdhdhd

Essas foram algumas dicas que consegui para dar uma mãozinha. Claro que isso não é nem a metade do que se deve saber ou se informar quando for decidir seu futuro profissional. Outra coisa é que a fotografia, em primeiro lugar, exige que você demostre através da lente de uma câmera toda a sua visão de mundo. Mesmo que seja por hobbie, através de uma graduação ou curso, a fotografia é algo que vem lá de dentro. A tecnologia virou uma boa aliada, mas a boa e velha fotografia, em que você se joga no chão para conseguir um ângulo, ou se sujar para conseguir aquela luz perfeita não pode ser extinta. Decida-se e bora fazer foto!

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook