As vozes da experiência

9 de junho de 2015

Coral do Curso da Melhor Idade dá show em evento promovido na FAPCOM


 Por Ana Paula Firmino Santos, aluna do 1º Semestre de Jornalismo – Matutino


DSC_0166

Com a alegria de Chiquinha Gonzaga em “Ó Abre-Alas” e a doçura do Mágico de Oz em “Além do Arco-íris”, o Coral da Melhor Idade abriu seu repertório em apresentação no auditório da FAPCOM, na última terça-feira de maio (26).

Para Carmen Mastrorosa, 68 anos, uma das vozes da experiência, a apresentação não seria a mesma sem a presença do maestro Marcos Júlio Sergl. Mas o que ela não esperava era ver sua família assistindo-a. “Para mim foi emocionante. Minhas filhas deixaram de trabalhar e vieram me prestigiar”, disse Carmem.

Segundo o maestro Marcos Júlio Sergl, também professor do curso de Rádio, TV e Internet na FAPCOM, não há dificuldade em ensinar, na medida em que todos gostam de cantar e têm admiração pela música.

O coral é uma disciplina do Curso da Melhor Idade, e o motivo de sua existência é unir essas pessoas com o espaço universitário. A melhor idade deveria seguir o conselho da voz da experiência: “Temos que diversificar a vida da gente!”, defende dona Carmen, realizada com sua participação na I Semana da Melhor Idade, no final de maio, que contou com palestras, exposições e apresentações dos alunos.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook