Ex-alunas de Relações Públicas da FAPCOM conquistam prêmios importantes no meio acadêmico e no mercado

10 de dezembro de 2013

premio abrp1

 

Em 2012, as ex-alunas Fabiana Nogueira Souto Lima, Kátia de Jesus dos Santos, Milena Brandão de Oliveira, Priscila Brandão de Oliveira, Renata de Oliveira Bugliani e Roberta Beatriz Cirillo Attene de Relações Públicas da FAPCOM, desenvolveram um projeto experimental, com o tema “Agência Semear – Parque Ibirapuera, que o olhar ouse”, orientado pelo professor Marcos Steagall, que conquistou a Intercom, Expocom e 31º Prêmio ABRP-SP em2013.

 

Conquista Intercom Regional Sudeste

A primeira conquista foi regional (SE) com a Intercom, que ocorreu de 03 a 05 de julho, na UNESP Bauru/SP, nas categorias de “Projeto de Assessoria de Comunicação Governamental” e “Planejamento Estratégico de Relações Públicas”.

 

Conquista Expocom Nacional

A conquista da Intercom permitiu concorrer nacionalmente, no XX Prêmio Expocom 2013 (Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação), realizado de 04 a 07 de setembro UFAM Manaus/AM, em que o projeto foi aceito, apresentado e premiado em primeiro lugar em duas categorias “Projeto de assessoria de comunicação governamental” e “Planejamento estratégico de Relações Públicas”.

 

31º Prêmio ABRP-SP

Em 26 de setembro, o projeto foi premiado pela ABRPSP com o primeiro lugar na categoria “Projeto Experimental: esporte, lazer e turismo” e o segundo lugar em “Estratégia em comunicação digital, mídias e redes sociais”.

Desde 1982, a ABRP-SP reconhece os talentos dos egressos dos cursos de relações públicas, em nível de graduação, por meio de um Concurso Universitário Nacional de Monografias e Projetos Experimentais. Esta premiação é a única e mais longeva atividade de avaliação da competência dos recém-formados em relações públicas.

 

O BLOG da FAPCOM entrevistou as ex-alunas participantes do Projeto e elas contam como foi a construção do projeto e a conquista dos prêmios.

 

FAPCOM: Como foi o processo de escolha do tema?

Resposta: Milena Brandão

O tema foi escolhido principalmente pela vontade do grupo em realizar um projeto que trouxesse uma contribuição social. A agência Semear já se identificava com as questões voltadas ao meio ambiente e responsabilidade social e procurava um cliente que estivesse de acordo com os princípios da agência.

A oportunidade de trabalhar com o Parque Ibirapuera veio ao encontro do nosso sonho, de realizar um projeto que fosse diferente e inovador.

 

FAPCOM: Como foi o processo de produção do projeto?

Resposta: Priscila Brandão

Em janeiro de 2012, a agência Semear começa a colher dados gerais sobre o Parque Ibirapuera. Identificamos uma imensidão de atividades e conteúdos oferecidos, mas precisávamos saber se o público realmente percebia o parque de tal forma.

Para responder nosso problema, no segundo semestre de 2012 iniciamos as pesquisas de campo com o público usuário, representantes das instituições instaladas no parque e funcionários. Após resultados, identificamos a necessidade de o parque divulgar seus serviços de forma eficaz, pois sua proposta institucional não estava sendo reconhecida pelo público. Assim nasceu o plano de comunicação “Parque Ibirapuera, que olhar ouse”, que tem por objetivo elevar o conhecimento, utilização e satisfação do usuário, posicionando a marca e fortalecendo sua imagem e identidade organizacional.

 

FAPCOM: O que levou vocês à INTERCOM e EXPOCOM? Como foi viver esta experiência?

Resposta: Renata de Oliveira

Nós tínhamos muita vontade de participar desses congressos por sua importância acadêmica. Mas, acredito que o que nos levou aos congressos foi a motivação de nosso orientador e nosso amor e a dedicação ao projeto. Nós procuramos fazer o melhor que podíamos todos os dias, acreditamos no projeto, sonhamos com ele, Inscrevê-lo nos congressos foi fruto disso. Vivenciar essa experiência foi maravilhoso, tanto profissional quanto pessoalmente. Foi ótimo ganhar, mas foi melhor ainda vivenciar os resultados de um trabalho feito em equipe, de estarmos juntas e em contato com excelentes profissionais da área de Comunicação.

 

FAPCOM: Como surgiu a oportunidade de participar do Prêmio ABRP?

Resposta: Katia dos Santos

Ao saber sobre a abertura das inscrições, lemos o regulamento e julgamos que o nosso projeto tinha condições de concorrer. Nosso orientador também nos incentivou. Competimos com grandes universidades. Quando o nome do projeto foi anunciado a emoção foi muito grande. Esse prêmio representa uma “porta” que sempre estará aberta. Foi a confirmação que sou uma Relações Públicas.

 

FAPCOM: Quais foram as principais dificuldades enfrentadas durante o processo?

Resposta: Roberta Attene

Para realização do projeto experimental, as dificuldades encontradas no processo voltam-se mais pela necessidade de disposição de tempo e investimento que trabalhos como este exigem. Acaba-se por realizar o projeto concomitante com a rotina de trabalho de cada membro da equipe, além da presença nas aulas curriculares, seus respectivos exercícios, atividades e provas. Diante disso, os finais de semana, os períodos de lazer e entretenimento são, por muitas vezes, suprimidos para atender aos prazos de entrega das etapas do projeto.

Neste contexto, dentre as tarefas requeridas, pode-se destacar a aplicação das pesquisas de campo como uma das dificuldades encontradas referente a esta disposição, pois depende da disponibilidade do grupo e dos entrevistados. Outro ponto encontrado refere-se aos levantamentos de dados da história do Parque, que não estavam disponíveis para acesso fácil e/ou organizados em um livro e documento oficial. Para tanto, foi necessário que a equipe os coletasse em diversos órgãos, bibliotecas e departamentos da Prefeitura e do Estado.

Entretanto, apesar das “noite mal dormidas” e do cansaço de desenvolver o trabalho de TCC, o retorno do esforço fez valer o desafio. Para nós, em especial, vivenciamos a prática de relações públicas, conhecemos pessoas que, com muita cordialidade, nos forneceram preciosas informações e dados que nos auxiliaram na construção de nosso projeto, a equipe do Parque Ibirapuera nos abriu as portas, permitindo-nos criar, pensar, aprender e empreender, o que torna o trabalho gratificante.

 

FAPCOM: Qual mensagem você deixaria para outros alunos (as) que pretendem elaborar um projeto de pesquisa e concorrer a prêmios na área de Comunicação?

Resposta: Fabiana Nogueira

Para os alunos que já entraram na reta final de seu curso de graduação em Comunicação ou os que ainda vão entrar, deixo a seguinte mensagem:

Estude, estude e estude, esgote as possibilidades, não desista, confie que você é capaz, e foco no trabalho.No final você terá um ótimo sentimento de dever cumprido!

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook