“Foi, no mínimo, um tremendo engano…”, diz Alê Abreu, diretor de O Menino e O Mundo

8 de Março de 2016

Por Beatriz Ferraz


ale_abreu

Alê Abreu, diretor do filme O menino e o Mundo, recentemente indicado ao Oscar, reclama após a organização do evento ter colocado animações da Pixar para entregar o prêmio de Melhor Longa de Animação. Na cerimônia, os personagens Woody e Buzz Lightyear de “Toy Story” apareceram no palco e anunciaram a vitória para o filme “Inside Out” (Divertida Mente), também da Pixar.

woody-buzz-oscars

Segue o comentário feito por Alê Abreu:

“Na boa. Sem querer tirar o merecimento de “Inside Out”, e correr o risco de parecer ressentimento meu, esse negócio dos personagens da Pixar apresentarem a entrega do Oscar de Melhor Longa de Animação que eles próprios ganharam foi, no mínimo, um tremendo engano. Fiquei constrangido por eles. Esperei alguém criticar, mas parece que está tudo certo. As coisas são assim no mundo. Soy Contra! Nesta linha de pensamento deveriam ter chamado um dos atores de “Cinema Paradiso” para entregar o de trilha sonora”.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook