Como jornais locais sobrevivem?

29 de agosto de 2017

Parte da equipe do Vozes da Vila Prudente participa de bate-papo na FAPCOM sobre as ações empreendedoras no jornalismo, que envolvem comunicação comunitária e os bastidores de jornal feito por e para os moradores de uma comunidade nesta sexta, dia 1 de setembro, a partir das 21h, com alunos do oitavo semestre de Jornalismo da FAPCOM.

Para contar a rotina desta empreitada social na capital, serão entrevistados:

Cesar Gouveia, 26 anos, editor-chefe e fundador do jornal Vozes  em 2013 e realiza formações em comunicação comunitária e fotografia para jovens e adultos de favelas da Vila Prudente e Ipiranga. Como profissional do mercado já atuou pelo terceiro setor, rádio, impresso e fez parte da equipe de criação do produto Conversa com Bial, da TV Globo.

Henrique Silva, 26 anos, repórter e chefe de redação do Vozes. Profissionalmente fez parte da primeira equipe do Parceiros SP, do SPTV, atuou no esporte da TV Record e Globo SP. Atualmente é produtor de jornalismo da TV Globo para jornais locais em SP.

Wallace Morais é fotógrafo, designer gráfico e trabalha como educador social no Centro Social Nossa Senhora do Bomparto.

É voluntário no Vozes da Vila Prudente desde 2015 coordenador de Audiovisual.

 

O bate-papo faz parte das dinâmicas da disciplina Empreendedorismo no Jornalismo, com o objetivo de discutir as rotinas produtivas do jornalista dentro de redações/equipes ou como freelancers ou em projetos independentes/alternativos, com orientação da profa. Fernanda Iarossi. A primeira rodada de troca de experiências foi com o jornalista Guilherme Mendes.

 

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook