Cultura do ver e do ouvir na formação da cidadania

12 de agosto de 2014

student-leaning-free-vector_23-2147494623

As pessoas, se já não entenderam, estão começando a entender o peso e a importância das mídias sociais. Elas foram uma revolução para a forma de se comunicar mundialmente (e isso nós sabemos!), devido à alta velocidade em que a comunicação acontece nas redes sociais, marcando essa geração.

A democracia é a base das redes sociais. Dentro desse universo, somos cidadãos únicos e independentes, trocando informações e nos desenvolvendo, exatamente igual ao meio off-line, porém com a capacidade de aprender com pessoas do outro lado do mundo. Além do Facebook, outra rede social que abre muitas discussões é o YouTube. Nesse portal de conteúdo em rede, você tem a liberdade de criar qualquer conteúdo que quiser. E muitos desses vídeos são denúncias sociais e de conscientização da população feito de forma independente, que jamais chegariam ao grande público no passado.

Nós desenvolvemos a capacidade de interagir positiva e negativamente com marcas, empresas, celebridades, qualquer um. E, não só isso, somos ouvidos por outras pessoas que se engajam e interagem como nós. No VII Simpósio de Comunicação da FAPCOM, iremos abordar e discutir esse tema no dia 27 de Agosto, com o palestrantes Mariana Villaça (Acesse o lattes) e José Eugênio Menezes (Acesse o lattes). Inscreva-se e não deixe de conferir!

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook