Conheça a #PraCegoVer

7 de novembro de 2016

Larissa Costa


Você já reparou que algumas páginas do Facebook estão utilizando a #PraCegoVer em suas publicações?

#PraCegoVer é um projeto da baiana Patrícia Silva de Jesus, ou Patrícia Braille, como é conhecida. Ela é Coordenadora da Educação Especial no Estado da Bahia e especialista em acessibilidade para deficientes visuais. Ela, sabendo da dificuldade desses deficientes ao utilizarem as redes sociais, resolveu criar o movimento, para conscientizar e mobilizar pessoas a inserir descrição às imagens postadas na mídia social.

14495528_1276058892424618_4478907995140916302_n

A ideia é que em todas as imagens exista uma audiodescrição, ou seja, um legenda a ser lida para uma pessoa cega, de forma que esta saiba o que contém na imagem. Segundo a página Pra Cego Ver, “No Brasil existem cerca de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo 585 mil totalmente cegas”. Assim, o projeto nasceu para não deixar abandonadas essas pessoas, uma vez que elas “comem, vestem, passeiam, usam o Facebook, assistem a programas de TV, consomem, vão ao dentista, ao pediatra, ao geriatra mas, pasme, são ignoradas por escolas, instituições, empresas, como se estivessem revestidas por um manto de invisibilidade”.

12809519_1119289731434869_6034892249749682972_n

À direita, Patrícia Braille

Veja algumas dicas da Patrícia Braille para fazer uma boa descrição das imagens:

A). Coloque a hashtag #PraCegoVer.

B). Anuncie o tipo de imagem: fotografia, cartum, tirinha, ilustração…

C). Comece a descrever da esquerda para a direita, de cima para baixo [a ordem natural de escrita e leitura ocidental]

D). Informe as cores: Fotografia em tons de cinza, em tons de sépia, em branco e preto [se a foto for colorida, não precisa informar “fotografia colorida”, porque você vai dizer as cores dos elementos da foto na descrição e a indicação ficará redundante. Se você já vai dizer que a moça está de casaco vermelho, ao lado de flores amarelas, não preciso dizer que a foto é colorida].

E). Descreva todos os elementos de um determinado ponto da foto e só depois passo para o próximo ponto, criando uma sequência lógica.

F). Descreva com períodos curtos [se posso falar com 3 palavras, não vou usar 5].

G). Comece pelos elementos menos importantes, contextualizando a cena, e vá afunilando até chegar ao clímax, no ponto chave da imagem.

Páginas como NordestinosCoca-ColaConselho Nacional de Justiça, e personalidades como RomárioMarcelo Taz, já participam dessa campanha. Vamos enxergar as possibilidades também? 8D

nor

Confira abaixo um convite da Patrícia para você:

Saiba mais sobre o nosso curso de Multimídia.

Inscreva-se no #VESTIBULARFAPCOM.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook