Como funciona a Mídia Ninja

8 de novembro de 2014

cms-image-000376905 - Copia

Os novos formatos de mídia ganham cada vez mais destaque com o crescimento dos serviços digitais. Um desses formatos é a Mídia NINJA, uma sigla para Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação. Criado em 2011, esse grupo ganhou notoriedade internacional ao transmitir, muitas vezes, ao vivo imagens das manifestações e protestos de Junho e Julho de 2013 no Brasil pela Internet. Mesmo depois das manifestações, o grupo continuou ativamente no Facebook, trazendo notícias sobre acontecimentos que não são mostrados em outros portais.

Um fato que não podemos negar é que os veículos tradicionais de Jornalismo estão mudando, e a Mídia Ninja se mostrou uma alternativa para o futuro. A popularização de aparelhos tecnológicos fez com que denúncias de acontecimentos não relatados pelos portais sejam publicadas, voltando ao exemplo das Jornadas de Junho. Além da popularização de perfis falsos nas redes sociais, como no caso da Dilma Bolada, que já comentamos aqui no Blog da FAPCOM.

Apesar disso, o principal problema que a Mídia Ninja enfrenta é financeiro. O baixo orçamento faz com o que não haja investimento em equipamentos e na formação de equipes. Atualmente, o grupo conta com um serviço de doações, para receber dinheiro através de seu público, como uma forma de se manter.

Para saber mais sobre a Mídia Ninja, acompanhe seus perfis no Facebook, Twitter, Tumblr, YouTube e em seu site oficial, no Oximity.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook