Como criar aplicativos: 5 plataformas para quem não entende de programação

9 de setembro de 2014

Illustration10

Quem nunca, andando a pé, parou para dar uma espiada nas atualizações do app do Facebook? Ao dirigir, parou (para não ser multado!) para checar o endereço no aplicativo do Google Maps ou Waze? Sentado ou em pé no trem, ônibus ou metrô, os olhos grudados na telinha do celular consultam as novas postagens nas redes sociais.

Com a invasão dos apps nas nossas vidas, além das opções nas lojas virtuais dos sistemas operacionais de celulares e tablets (como Google Play ou Apple Store, por exemplo), existem plataformas (com planos gratuitos ou pagos) que permitem que qualquer pessoa (especialmente as que não entendem nadinha de programação, criação de layout ou administração de ambientes digitais) crie um aplicativo. Basta digital as URLs (há cinco sugestões no final do post), fazer cadastro e seguir os tutorais de postagem e publicação.

O que precisa mais? De boas ideias e criatividade para usar os recursos disponíveis para abastecer com conteúdo. Precisa de inspiração? Confira as ideias levantadas durante a Oficina de Desenvolvimento de Aplicativos durante a Semana de Comunicação da FAPCOM:

– App Dicas culturais da cidade: reunir endereços, contatos, horário de funcionamento de bibliotecas, teatros, espaços culturais, ONGs, iniciativas privadas ou públicas na área cultural; produzir resenha de lançamentos de filmes, livros, aplicativos, séries ou programas televisivos: divulgar agenda cultural da semana ou do mês na cidade.

– App Dicas entre amigas: tira-dúvidas para adolescentes com perguntas e respostas sobre saúde, bem-estar, comportamento, relacionamento; links para redes sociais; informações sobre o ECA (Estatuto da Criança e Adolescente).

– App Olho no trânsito: reunir informações sobre o transporte público de uma cidade, com linhas de trem, ônibus, reclamação dos usuários, como pedir informações ou fazer reclamações sobre o serviço, notificações de alterações de linhas.

– App Chegou agora no Brasil?: dados sobre postos de informação aos estrangeiros nas grandes cidades brasileiras (endereço, site, contato), lista de documentos pessoais e onde fazê-los, instituições de ajuda a estrangeiros ou (i)migrantes (endereço, site, contato), link para sites tradutores ou dicionários em diferentes línguas, unidades da Polícia Federal (endereço, site, contato).

Ajudou? Agora basta acessar e escolher a plataforma que mais tem a ver com o que necessita:

– Fábrica de Aplicativos;

– Como;

– AppMachine;

– AppsBuilder;

– GoodBarber.

 

Mais sobre apps? Acesse Jovem empreendedor cria empresa após sucesso de aplicativo desenvolvido por ele e Criado por dois brasileiros, app ajuda na procura de doares de sangue.

 Por Fernanda Iarossi, professora no curso de Jornalismo e Produção Multimídia da FAPCOM

 

 

 

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook