Cinemateca completa 70 anos

28 de outubro de 2016

Rafael Costa


A Cinemateca Brasileira, um dos maiores acervos de filmes da América Latina, completa setenta anos este mês. Esta é uma importante data para os amantes do cinema e profissionais da comunicação.

cinemateca-brasileira-1

Fundada em 7 de outubro de 1946, e ligada à Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, conta com mais de 250 mil rolos de filmes,  entre curtas, médias e longas-metragens, documentários, cinejornais e obras de ficção. O espaço possui, ainda, registros raros da televisão brasileira, tais como a coleção de imagens da TV Tupi.

Cinemateca Brasileira – São Paulo (SP) - 27.11.2013 - Cinemateca Brasileira, Largo Senador Raul Cardoso, 207 - Vila Clementino. Foto: Jose Cordeiro/SPTuris

A Cinemateca também oferece cursos, oficinas e visitas educativas para grupos. No site da instituição, é possível o acesso à Filmografia Brasileira (FB), onde o usuário pode pesquisar por títulos diversos, arquivos sobre diretores que fizeram parte do início da Cinemateca e são ícones do cinema nacional, além de uma coleção de cartazes digitalizados e acervo fotográfico relacionado às produções.

Além dos conteúdos no portal online, o lugar conta com a biblioteca Paulo Emílio Sales Gomes, que possui materiais sobre o cinema mundial, televisão, vídeo, fotografia e políticas culturais.

cinemateca-brasileira-3

O prédio fica localizado na Vila Clementino, em São Paulo, há 15 minutos da FAPCOM e do Metrô Vila Mariana. A visitação é gratuita, nos seguintes horários:

Espaços públicos: De segunda-feira a quarta-feira, das 08h às 18h. De quinta-feira a domingo, das 08h às 21h.

Salas de cinema: De quinta-feira a domingo. Para horários consulte nossa programação.

Retirada de ingressos: É feita gratuitamente na bilheteria, sempre uma hora antes da sessão.

Biblioteca: De segunda-feira a sexta-feira, das 09h às 17h.

Jardim: Segunda-feira a quarta-feira, das 08h às 18h. De quinta-feira a domingo, das 08h às 21h.

Wi-Fi: Solicitar na bilheteria a senha com duração de 3 horas.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook