Os caminhos para um bom portfólio em Publicidade

22 de maio de 2013

portfolio-v2

Confira algumas recomendações para criação do seu material de apresentação.

No ramo da Publicidade, especialmente em design, direção de arte e criação, ter um portfólio com seus trabalhos pode ser o diferencial para abrir novas portas no mercado profissional. Empresas que contratam estagiários e profissionais da área costumam consultar trabalhos desenvolvidos pelo candidato, para constatar se há um alinhamento com o que procuram.

Seguindo a premissa de que “a primeira impressão é a que fica”, o publicitário Eugênio Mohallem (presidente da agência Mohallem/Artplan) tem uma concepção de apresentação que organiza os trabalhos da seguinte forma: “10, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9”, sendo o número 10 mais forte, ele fica em primeiro, seguido pelo mais fraco, valendo-se de uma escala crescente em seguida.

É imprescindível conhecer bem os trabalhos apresentados no portfólio para falar com propriedade. Assim, só exponha os projetos em que realmente participou, e faça você mesmo a seleção dos cases.

A sugestão é apresentar o nome/logo do cliente na parte superior/esquerda da primeira página. Se o portfólio for online, vincule este logo a home page do cliente. É fundamental revisar o texto, e elaborar uma apresentação clara e objetiva (dessa vez, não importa apenas o conteúdo, mas também a forma como é apresentado).

Para quem ainda não trabalhou para grandes clientes, isso não é problema. Uma alternativa é construir as próprias campanhas com projetos ousados, diferentes. Isto também conta muito e é uma forma de colocar as habilidades em prática para mostrá-las depois. Existe um mundo de possibilidades para trabalhar e a diferença entre ter algo para mostrar e não ter é pode custar uma oportunidade.

Por fim, o mais importante: os contatos profissionais (telefones, e-mails, perfis nas redes sociais) devem ser colocados sempre em locais visíveis. Com um portfólio bem estruturado, a apresentação nas entrevistas ganha destaque, abrindo espaço novas chances.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook