Aluno desenvolve projeto científico sobre a utilidade prática da Filosofia

23 de fevereiro de 2017

Com trabalho sobre a Importância da Filosofia para o Ensino Fundamental II, Keller Reis Figueiredo foi escolhido para se apresentar em congresso nacional


Como a FAPCOM contribuiu para sua iniciação científica?

Keller: A Iniciação Científica oferecida pela FAPCOM é uma oportunidade de se ter um primeiro contato com o mundo da pesquisa e da defesa de uma tese, que me possibilitou apresentar o trabalho no 16º Congresso Nacional de Iniciação Científica CONIC-SEMESP 2016. Ter uma orientação personalizada de uma professor(a) oferecida pelo curso, é um diferencial que eleva a qualidade e o desenvolvimento do aluno. Foi um momento que enriqueceu muito o meu estudo e na minha pesquisa descobri a utilidade prática da Filosofia, sua importância e as possibilidades que estão ao alcance de um comunicador de ideias, um formador de opinião, que pode fazer a diferença na vida de uma pessoa, de uma comunidade. Posso afirmar que amadureci para assumir projetos mais desafiadores.

Conte-nos um pouco mais sobre o seu projeto.

Keller: O projeto para mim foi um desafio, como filósofo defendi a Importância da Filosofia para o Ensino Fundamental II, em um país que se discute se deve ter ou não a Filosofia no Ensino Médio. Acredito que o maior desafio do século XXI é a criação de novas ideias para superar os problemas e gerar um desenvolvimento sustentável com justiça social. E a comunicação, divulgação das ideias inovadoras pelos diversos meios existentes é de responsabilidade do profissional de comunicação com bases filosóficas, que pode ser um Filósofo, um Jornalista, um Relações Públicas, etc. Em países desenvolvidos, os alunos têm contado com a Filosofia desde o início do Ensino Fundamental I, o que possibilita a formação de líderes que estarão mais bem preparados para contribuir com a edificação de uma sociedade mais livre, igual, fraterna e justa. O meu projeto de iniciação científica tem o objetivo de conscientizar e alertar para formação de líderes brasileiros formados a partir de uma educação humana iniciada em sua pré-adolescência, e que pode ser estendida na sua infância. São as ideias que movem o mundo, por trás de toda ação, o impulso está nas ideias.

Você tem planos futuros para esse trabalho acadêmico?

Keller: Os meus planos futuros são: continuar a defender a Filosofia, mostrar sua utilidade, sua importância, que a Filosofia Antiga não é velha, é apenas antiga, têm valores que fundam as bases das instituições presentes em nossa sociedade. E se podemos ter uma visão de mundo contemporâneo é porque as bases do pensamento foram construídas no passado. O que fazemos é uma repaginação do que aprendemos ao longo de nossa história existencial. Ao ser formado em Filosofia com Licenciatura sempre defenderei a Filosofia como uma disciplina importante a ser ministrada na formação de um aluno, capaz de moldar o seu pensamento e dar as estruturas para ser uma pessoa mais consciente do mundo e de si.

E para sua vida acadêmica?

Keller: A Iniciação Científica é um primeiro passo na minha vida acadêmica, pretendo dar continuidade, um Mestrado, um Doutorado, etc. Ser um Filósofo antenado, ligado e sensível para com os problemas do Brasil e fazer com que a minha existência tenha uma utilidade prática para a sociedade brasileira. O Brasil pode desenvolver uma filosofia própria, a partir dos conceitos europeus, criar as próprias ideias para a solução de seus problemas específicos, como a geração de um desenvolvimento sustentável com justiça social. O social no Brasil tem que ser um problema filosófico, que envolve a educação, a política, a economia, o trabalho, a renda, o bem-estar social. O que seremos no futuro depende das ideias que irão construir uma visão de mundo hoje, no presente. Quero ter uma vida acadêmica que contribua para com a construção de uma visão de mundo para o Brasil, e se for para o bem de outras nações, que seja capaz de influenciar outros países. Acredito que este seja o papel do Filósofo, do construtor de conceitos, o comunicador, o formador de opinião, o eterno questionador em prol de uma sociedade melhor.

Twitter
Instagram

Flickr

Henry Carroll na FAPCOM

Facebook